Como fazer um evento online?

Saiba tudo o que precisa para fazer um evento de sucesso.

evento-online-transmissão-ao-vivo
57 Compartilhamentos

Nos últimos anos, houve uma intensa transformação digital na sociedade, impulsionada principalmente pela pandemia de Covid-19. Com o distanciamento social, os eventos migraram para o formato remoto como alternativa para o momento, mas hoje já se tornaram a preferência de muitas pessoas e empresas. Com o passar do tempo e a inclusão dessas atividades na rotina, os eventos online começaram a tomar proporções e características cada vez mais profissionais e interativas. Independente do tipo, o fato é que as produções nesse formato têm apresentado características e necessidades específicas, sendo importante conhecê-las para fazer um evento online de qualidade.

Precisa de uma plataforma de qualidade para seus eventos online? Clique aqui e fale direto comigo!

 O que é um evento online?

Por definição, os eventos ocorrem quando há a reunião de pessoas em determinado local, horário e com um propósito em comum, podendo ser planejado de forma minuciosa ou realizado de última hora. Isso inclui desde festividades, ações e entretenimento até congressos, conferências e atividades corporativas e educacionais.

Com o termo sendo bastante abrangente, é importante ter em mente que não existem restrições por tipo, formato ou tamanho da atividade para ser considerado um evento. Por exemplo, ter um breve momento com os familiares mais próximos para cantar os parabéns para um dos membros pode ser considerado um evento tanto quanto um congresso internacional com duração de uma semana.

A partir dessas pontuações, os eventos online são aqueles que acontecem por intermédio da internet e de forma remota. Ou seja, tudo pode ser feito de diferentes lugares do mundo, incluindo seu planejamento, organização e desenvolvimento. Presentes especialmente no contexto corporativo e educacional, os eventos online possibilitaram experiências que muitos ainda não haviam vivido, como a participação de pessoas de diferentes localidades, inclusive para atuarem na produção dessas atividades.

Atualmente, esse formato é bastante procurado principalmente pelo contexto de pandemia de Covid-19, mas mesmo com superação do cenário a tendência para eventos online é que permaneçam no dia a dia das pessoas e empresas. É importante ressaltar que a situação mundial atual contribuiu para essa transformação digital da sociedade, mas essas mudanças já eram esperadas e apontadas por muitos especialistas.

Em entrevista para o portal It Fórum, Luis Gonçalves, líder da Dell Technologies para a América Latina, explica que as empresas e as pessoas se adaptaram para contornar o cenário de pandemia, mas agora encaram as atividades remotas como uma melhor alternativa para muitas atividades. “As empresas correram em direção à flexibilidade e à facilidade da nuvem pública e agora estão olhando para a nuvem híbrida como resposta de longo prazo”.

Principais tipos de evento online

De modo geral, os eventos online foram migrados do formato presencial, conservando muitas características do modelo tradicional, com a finalidade se mantendo a mesma. Entretanto, deve-se ter consciência de que essa “derivação” não pode refletir em uma completa replicação do evento de forma online, e isso deve ser observado desde seu planejamento até o pós-evento.

Por exemplo, ao planejar uma palestra presencial, os organizadores precisam definir e organizar pontos importantes que atendam às características desse modelo, como: transporte do palestrante até o evento; coffe break para os convidados; definição de espaço confortável, adequado e com capacidade suficiente para alocar os participantes; equipes de segurança, apoio e infraestrutura presencial; etc.

Observe que esses mais alguns outros pontos, podem ser desconsiderados ao promover o mesmo evento, mas em modelo online. Neste modelo, o planejamento deve direcionar seus esforços para aspectos como: transmissão do evento; estabilidade da internet; ferramentas de interação; habilidade do palestrante com este formato; processo de inscrição; áreas de acesso do palestrante e dos participantes; materiais de apoio; etc. Confira a seguir, os principais tipos de evento online para te ajudar compreender melhor sobre cada um deles.

Webinar e palestras

evento-online-transmissão-ao-vivo-live

Os webinars já surgiram como um modelo de evento online, alternativa para as palestras presenciais. Tanto um quanto outro, esses eventos são fortemente utilizados no ambiente corporativo e também acadêmico. O webinar (ou webinário em português) tem como propósito a troca de conhecimentos a partir de um palestrante, assim com as palestras. Como sutil diferença, e que não necessariamente é restritiva, observa-se que os webinar são utilizados com um viés mais comercial que as palestras, tendo como objetivo a aquisição de contatos (leads) e informações sobre o público.

Outro ponto interessante diz respeito à estrutura do evento em si. Geralmente, as palestra são focadas em transmissões ao vivo e que giram entorno dos conteúdos abordados durante a fala do palestrante. Por ter um viés tecnológico desde o início, os webinars podem disponibilizar materiais de apoio como e-books e artigos, além de não ficarem restritos às transmissões em tempo real.

Seja webinar ou palestra, é importante observar que esses eventos são realizados de forma avulsa, mas também podem ser considerados dentro de um cronograma maior, como congressos e seminários.

Simpósios e congressos

Como sinalizados item anterior, os simpósios e congressos são eventos que envolvem diversas atividades, simultâneas ou não, possuindo uma estrutura e duração um pouco maior. Em termos de aparato tecnológico, essas opções podem demandar estruturas mais encorpadas do que os webinars e palestras, como: áreas de acesso, programação e certificados; canal de dúvidas; materiais complementares; ferramentas de moderação de salas, sorteios, enquetes e perguntas; etc.

Assim como em modelos presenciais, os simpósios e congressos online exigem um bom planejamento para que sejam realizados com qualidade e também de modo atraente para os participantes. Por exemplo, no ambiente acadêmico é comum pessoas que se inscrevem no evento online, mas não o acompanhem até o fim por conta de dificuldades de acesso à plataforma, instabilidade na transmissão, falta de informações sobre a programação, conteúdos abordados de forma monótona.

Meetup e reuniões

Com distanciamento social causado pela pandemia de Covid-19, os eventos online que se tornaram mais presentes no dia a dia das pessoas são os meetups e reuniões. Ambos têm como características um formato mais simples, prático e informal. Esses eventos são realizados com grupos restritos de pessoas e em sua maioria tem um viés profissional.

As reuniões online são os encontros de pessoas para discutir sobre assuntos específicos e previamente levantados pelos organizadores. Elas acontecem em uma única sala de transmissão e é comum que todos os participantes tenham espaço para contribuir com o debate. Exceto em situações extraordinárias, como acordos internacionais ou conversas com autoridades, as reuniões não requerem uma produção prévia que vá além de: disponibilidade dos participantes; plataforma de realização; estabilidade de transmissão.

A diferença da reunião para o meetup é basicamente seu objetivo. Enquanto o primeiro possui um assunto mais sério e objetivo para ser discutido, o segundo trata-se de um momento focado no networking entre os participantes. Ou seja, os meetups são eventos online rápidos e informais focados na troca de experiências, informações e relacionamento, podendo ser profissional, acadêmico ou pessoal.

Cursos e treinamentos

Já fazendo parte da rotina de muitas pessoas, os cursos e treinamentos online são tipos de evento que se destacaram profundamente nos últimos anos. Tanto para os participantes quanto para as empresas promotoras, as principais vantagens em comparação ao modelo presencial são a praticidade, flexibilidade de horários e os custos reduzidos.

Grosso modo, os cursos e treinamentos têm os mesmos objetivos: capacitação e troca de conhecimentos. Enquanto o primeiro traz um aparato intelectual mais aprofundado e abrangente, o segundo é mais focado em habilidades e aplicações práticas. Além dos conteúdos abordados, esses eventos devem dar muita atenção para aspectos relacionados à aplicação do curso ou treinamento.

Enquanto em situações presenciais eles contam a proximidade física com o professor e demais participantes, os modelos remotos devem apostar nos ambientes de aprendizagem. Plataformas com opções de transmissão ao vivo, disponibilização de conteúdos extras, certificados e interações como chat simultâneo, enquetes e gamificação fazem toda a diferença.

Apresentações culturais e comemorações

Um dos principais benefícios da realização de eventos online é a superação das distâncias física e social (por conta da pandemia). Há poucos anos, não se imaginava a possibilidade de realizar festas e comemorações de forma totalmente remota, como shows, chás de bebê ou amigo secreto da empresa, por exemplo. Tanto a criatividade quanto o avanço da tecnologia trouxeram esses eventos para o modelo online e hoje podem ser realizados com convidados de qualquer lugar do mundo.

Por terem um tom de entretenimento, celebração e interação entre as pessoas, esses eventos precisam ser promovidos em plataformas que possibilitam esse envolvimento. E isso se reflete em aspectos como:

  • Estabilidade de transmissão
  • Personalização
  • Salas simultâneas
  • Chat
  • Enquete
  • Jogos
  • Sorteios

É importante ressaltar que os tipos de eventos abordados não são as únicas possibilidades de serem realizadas de forma online. Também é necessário sempre ter em mente que eles precisam ser desenvolvidos de acordo com o objetivo do organizador e também com as expectativas dos participantes.

Vantagens de fazer eventos online

relatório-evento-online-plataforma-personalizada

Com a pandemia de Covid-19, as pessoas e empresas precisaram se adequar ao distanciamento social, realizando muitos compromissos remotamente. Com a superação dos desafios da pandemia, muitos ficam em dúvidas sobre a retomada dessas atividades presenciais, especialmente os eventos online. Mesmo com a retomada, existem algumas vantagens do formato remoto, principalmente no ambiente corporativo.

Custos reduzidos

Entre os principais benefícios dos eventos online, destaca-se que os investimentos nesse formato são bem inferiores. Muito dessa economia está relacionada a gastos com locação de espaços, contratação de equipes de apoio, coffee break, deslocamento de palestrantes e logística em geral. Com um orçamento mais enxuto, é provável que os ingressos sejam mais acessíveis, atraindo maior público e consequentemente gerando mais vendas. Além disso, os eventos online trazem maior flexibilidade para os organizadores, caso seja necessário mudar datas ou horários.

Alcance e posicionamento

Outra vantagem é a possibilidade de participação de pessoas de outras regiões, inclusive de fora do país, promovendo um evento que gere relacionamentos multiculturais. É importante observar que esse aspecto é relevante não só para a empresa como também para os participantes, palestrantes e equipes de produção do evento. Como benefício dessa maior abrangência, está também o alcance, fortalecimento e posicionamento da marca em locais que poderiam ser inatingíveis de forma presencial.

Conteúdo pós-evento

Uma das principais características dos eventos online está relacionada ao pós-evento. Como todo o aparato e conhecimento gerado foram desenvolvidos de forma digital, eles permanecem disponíveis mesmo com a finalização das atividades. Assim, esses conteúdos podem ser disponibilizados e reutilizados como forma de extensão do evento, tanto para o público participante quanto para atingir novas pessoas. Ou seja, a empresa pode disponibilizar as gravações do evento completo, utilizar partes dos materiais de forma avulsa ou como conteúdo para as redes sociais, por exemplo.

Inteligência de dados

Os eventos em geral são boas fontes de informações para as empresas. No entanto, o modelo remoto traz algumas vantagens em comparação ao presencial, principalmente por conta da praticidade do formato. Com as inscrições online, a empresa pode obter dados como nome, e-mail e telefone mesmo que o interessado não chegue a finalizar o cadastro no evento. Mas além de informações mais recorrentes, os eventos online também podem revelar outros aspectos do perfil dos participantes, como: idade; localização; grau de escolaridade; cargo; empresa que trabalha; segmento de atuação; interesses. Além disso, o formato remoto também permite medir o envolvimento do público com a programação, como o período que o participante permaneceu online nas atividades e também as formas de interação que ele teve.

Passos para fazer um evento online

Nos últimos anos, passamos por uma profunda transformação digital, impulsionada pelo cenário de pandemia. Entre as principais mudanças do novo cenário, estão as atividades realizadas remotamente, como trabalho, estudo e principalmente eventos. Os formatos online, ao vivo ou gravado, tem se destacado e continuam em crescimento. Praticidade, alcance e os custos reduzidos são fatores determinantes para a preferência por eventos online. Por isso, separamos a baixo alguns cuidados para fazer uma produção eficiente.

Dê atenção para o pré-evento

O planejamento é com certeza a primeira iniciativa para produzir um evento online de qualidade. Neste momento, é importante definir pontos-chave de sua realização, incluindo:

  • Formato
  • Objetivos
  • Público-alvo
  • Identidade
  • Orçamento
  • Equipe organizadora
  • Cronograma

Geralmente, muitas dessas informações são levantadas assim que a empresa decide fazer o evento. No entanto, é importante que este planejamento seja consultado e atualizado ao longo de toda a organização, pois ele atua como guia de realização.

Lembre-se sempre do público-alvo

Com o perfil de participantes definido, essas informações são importantes de serem avaliadas para traçar outros aspectos do evento em si. Além da abrangência e formato, o tom de voz utilizado pela empresa deve estar alinhado com o público-alvo do evento. É importante ressaltar que quanto mais informações sobre os participantes, mais assertiva será a definição de pontos envolventes de um evento online, como: programação, convidados e experiência do participante.

Cuidado com o conteúdo

Observe que os pontos abordados até aqui devem estar todos interligados, e os conteúdos tratados no evento devem receber atenção. Especialmente em eventos corporativos e educativos, a empresa deve avaliar com profundidade os assuntos que serão ou não incluídos na programação. Adequar o evento de acordo com os participantes é o melhor caminho para garantir que ele seja relevante tanto para o público quanto para a empresa. Por exemplo, os participantes de um congresso sobre saúde mental provavelmente irão estranhar uma mesa redonda sobre empreendedorismo.

Invista na divulgação

O sucesso de um evento online depende de alguns fatores, como tema, programação, palestrantes e a divulgação. Com o planejamento definido e o cronograma em dia, é crucial iniciar a comunicação do evento com antecedência, envolvendo os canais que mais sejam adequados ao público e também orçamento disponível. Mesmo com a inscrição do participante finalizada, recomenda-se envolver as pessoas durante todo o período de pré-evento para garantir a participação do público. Além disso, esse maior envolvimento estimula o fortalecimento da marca e promove uma experiência com a marca que extrapola o período do evento.

Priorize uma plataforma de qualidade

Com o modelo de evento definido, o próximo passo é avaliar as plataformas e ferramentas que ele precisa para garantir uma boa experiência. No modelo remoto, as empresas podem fazer eventos ao vivo e também com conteúdos gravados, podendo ser desde formatos mais enxutos até com atividades simultâneas. Prevendo essa dimensão, é possível buscar plataformas de realização e transmissão que oferecem as ferramentas que o evento necessita. Para promover um evento mais envolvente e interativo, recomenda-se optar por plataformas que oferecem experiências além da transmissão e distribuição do conteúdo, como: chat, gamificação, sorteios, enquetes, certificados, relatórios, etc.

Como alcançar mais pessoas com eventos online

evento-online-transmissão-ao-vivo-live-interação

Com a migração de muitas atividades para o ambiente online, outros processos que inicialmente não estavam em primeiro plano também começam a ser repensados. Os eventos online têm ganhado força e se tornado preferência por muitas pessoas e empresas, mas quando se pensa na sua divulgação ainda é comum que ela ocorra da mesma forma que versões presenciais.

Entretanto, assim como todo o processo de desenvolvimento e execução, a comunicação dos eventos online deve ser pensada de modo direcionado para esse formato. Esse posicionamento é importante especialmente em situações em que a organização os promove com retornos financeiros ou que não há muito orçamento para sua divulgação.

Pense no seu público

O primeiro passo é sempre pensar nas pessoas que o evento quer atrair. Ter clareza sobre o público-alvo é um ponto importante desde a fase inicial de planejamento do evento e na hora de divulgá-lo não poderia ser diferente. Conhecer o perfil dos participantes é necessário para definir as estratégias e o tom da comunicação que será utilizada. Por exemplo, se o evento é um congresso internacional de gestão de pessoas em grandes empresas, talvez faça mais sentido buscar alcançar pessoas no LinkedIn do que no Instagram.

Invista nas redes sociais

As redes sociais com certeza são canais extremamente relevantes para divulgação de eventos online e boa parte das pessoas está em pelo menos uma delas. Facebook, Instagram, LinkedIn, Twitter, Tik Tok – são muitas as opções para avaliar e incluir na estratégia de divulgação do evento. Nestes locais é importante conhecer sobre os formatos de publicações que podem ser feitas e também se o público-alvo está na rede social em questão.

É bastante comum encontrar conteúdos de divulgação de eventos online que não parecem fazer sentido para a rede social. Entre as plataformas abordadas, o Tik Tok é a rede social mais recente e que tem crescido exponencialmente. Mas será que ela faz sentido para a audiência que se deseja atingir? Além de conhecer o público-alvo, outro fator pode ajudar na hora de fazer essas ponderações: conhecer a rede social.

Isso é importante para pensar as melhores formas de explorar a plataforma para a divulgação do evento e também compreender se as pessoas que estão ali gostariam de receber essa comunicação. Afinal, a audiência pode estar em mais de uma rede social, mas buscar por conteúdos e informações diferentes em cada uma delas.

Explore parcerias

De modo geral, as ações realizadas em conjunto tendem a gerar impacto e resultados maiores que aquelas desenvolvidas de forma individual. O mesmo pode ser aplicado ao contexto dos eventos online, que deve ter proporções bem maiores quando conseguem envolver mais pessoas e também personalidades e influenciadores.

É relevante considerar que a realização desses eventos geralmente envolve pessoas e empresas que atuam como fornecedores de algum produto/serviço, incluindo: plataforma de streaming, agências, gráficas, produtoras, apresentadores e palestrantes. Convidá-los para participarem como parceiros ou apoiadores do evento é uma forma de estimulá-los a se envolverem também em sua divulgação.

Já personalidades e influenciadores digitais geralmente são envolvidos especificamente durante essa comunicação, recebendo press kits, descontos, convites especiais ou mesmo cachê para fazer a divulgação. Mas atenção: é fundamental envolver pessoas que tenham influência dentro do segmento e alcance o perfil de público desejado para o evento.

Invista em anúncios online

Mais acessíveis que mídias tradicionais, impulsionar a divulgação do evento online com anúncios na internet pode ser um divisor de águas para alcançar mais pessoas. Além do custo, os anúncios online possibilitam maior controle em termos de direcionamento de público que devem ser atingidos. Facebook Ads, Instagram Ads e Google Ads são algumas das plataformas mais eficientes para anunciar atualmente, sendo aliados importantes para promover eventos online.

Deve-se ponderar a escolha dos formatos de anúncios que serão utilizados nessas plataformas, pois cada uma delas pode contribuir em menor ou maior grau. Além disso, é importante considerar também se o orçamento definido do evento comporta esses tipos de divulgação, qual o melhor período para ativar ou desativar os anúncios e quais os públicos que devem ser considerados para cada formato.

Utilize ações pré-evento

Especialmente em eventos online maiores e com a participação direta de autoridades, personalidades e profissionais reconhecidos, é importante investir na divulgação com antecedência. Em situações como estas, é possível pensar em:

  • Sorteios de brindes e vouchers;
  • Promoções de ingressos;
  • Lives para sanar dúvidas sobre o evento;
  • Conteúdos sobre os bastidores;
  • Enquetes e votações relacionadas à produção;
  • Press kits para influenciadores.

Iniciativas como essas ajudam a criar uma expectativa para o evento, contribuem para fortalecer sua marca e também são alcançam pessoas fora da rede de contatos mais próximos.

Mostre os diferenciais do evento

No contexto de transformação digital, as pessoas atualmente conseguem participar de diversas atividades remotamente, inclusive de eventos. Desde palestras e reuniões, até cursos e congressos internacionais, o fato é que a acessibilidade trouxe um efeito rebote: o volume de possibilidades.

Por exemplo, duas instituições de ensino podem promover no mesmo período um curso online preparatório para a OAB com valores semelhantes. Nesta situação, os participantes certamente irão considerar diferenciais de cada evento para fazer sua escolha.

Seguindo este exemplo, quando a divulgação do evento já explora esses diferenciais em sua comunicação, o público consegue compreender e avaliar os benefícios de participar. Por isso, é importante que essas características sejam definidas e apresentadas desde o início para garantir que audiência não veja o evento como “mais do mesmo”.

Em formatos online, alguns aspectos que farão a diferença na percepção do público sobre o evento são: chat simultâneo, enquetes, jogos, sorteios, áreas de acesso, suporte e conteúdo, certificados de participação, estabilidade e usabilidade da plataforma.

Como escolher uma plataforma para eventos online

evento-online-transmissão-ao-vivo-segurança-dados-streaming

Uma das primeiras decisões que devem ser tomadas ao produzir um evento online é também uma das mais importantes: a plataforma de realização. No mercado, atualmente existem inúmeras possibilidades para transmissão de vídeos e distribuição de conteúdo (streaming), tanto nacionais quanto internacionais.

Apesar da grande oferta desse tipo de prestação de serviços, é importante dar atenção à qualidade de entrega dessas plataformas. Além disso, muitos acreditam que é possível fazer um evento online por conta própria para evitar os custos da transmissão, recorrendo às famosas gambiarras. Mas para garantir um evento online de qualidade e que ficará na memória dos participantes, é importante investir em plataformas que de fato ofertam ferramentas e funcionalidade adequadas.

Levante as características do evento

Antes de iniciar essa procura, é preciso estabelecer as necessidades e características do evento para que os primeiros orçamentos já sejam assertivos. Por exemplo, transmissões abertas de apresentações como peças de teatro a princípio não requerem a criação de plataformas mais elaboradas de acesso. Mas se elas fizessem parte de um concurso cultural com diversas categorias, programação simultânea e salas de interação com os artistas, talvez fosse o caso de procurar uma plataforma mais robusta.

Dessa forma, tendo definido logo de início essas características, será não só mais fácil como também confiável procurar fornecedores desses serviços de transmissão e distribuição. Afinal, quando se tem uma base e conhecimento daquilo que o evento online precisa, é possível checar se a plataforma em questão atende essas necessidades com real qualidade.

Defina o formato ideal

No ambiente online, os eventos podem acontecer ao vivo, on demand (material gravado) ou de forma híbrida. Geralmente, o tipo, a duração e os conteúdos do evento refletem diretamente no formato que ele poderá ser realizado. Enquanto as palestras e mesas redondas são bons exemplos dos realizados de forma ao vivo, os cursos e treinamentos online tendem a optar por materiais gravados e conteúdos disponibilizados em uma área de acesso.

Já os eventos híbridos são utilizados em contextos que demandam tanto a interação simultânea entre os participantes quanto também conteúdos complementares, como feiras e congressos. Aliado a essa definição de formato, estão as ferramentas e características complementares da plataforma, como: possibilidade de salas simultâneas, acesso restrito de participantes, moderadores e organizadores, certificados, relatórios, disponibilização de conteúdos extras, etc.

Assim, definir essas características é importante para escolher uma plataforma que atenda as necessidades do evento de modo eficiente tanto para a empresa quanto para os participantes, garantindo que a produção seja profissional.

Priorize a qualidade e segurança de acesso

Um dos piores pesadelos que podem acontecer com a realização de qualquer evento online é a instabilidade da plataforma. Seja em formato ao vivo, gravado ou híbrido, é crucial que a plataforma definida seja confiável não só para os promotores como especialmente para os participantes. Por exemplo, um congresso com atividades simultâneas deve ser capaz de receber um volume grande de acessos, mantendo a qualidade de transmissão e adequando a visualização de acordo com a internet dos participantes. Confira a seguir, alguns dos principais pontos para avaliar sobre este quesito.

Rede de Distribuição de Conteúdo (CDN)

O termo se refere ao grupo de servidores geograficamente distribuídos responsáveis pela entrega de conteúdos pela internet, incluindo as transmissões ao vivo. Ou seja, eles possibilitam o acesso às esses materiais de forma rápida sem que seja necessário aguardar o carregamento dos arquivos. Como sua localização interfere diretamente no seu desempenho, quanto mais próximo fisicamente o CDN estiver do local de organização do evento online, melhor e mais estável será a transmissão.

Transcodificação

Recurso fundamental para a distribuição de conteúdos na internet, a expressão está relacionada à adaptação automática dos arquivos ao dispositivo e qualidade da internet do usuário. Por exemplo, um mesmo evento online pode receber participantes que utilizam computador, celular, tables e Tvs e a plataforma precisa ajustar a entrega de conteúdo a esses canais. Isso também vale para a internet dos usuários, que têm acesso aos mesmos materiais, mas com a qualidade e velocidade que ela comporta.

OTT

São as plataformas de distribuição de conteúdo pela internet em que o usuário tem acesso no horário e local que desejar. No contexto dos eventos online, é o ambiente em que os participantes encontram conteúdos e informações que ficam disponíveis a todo o momento, como ocorre com a Netflix. Um bom exemplo seria a página de um treinamento corporativo que os participantes acessam os vídeos e materiais de apoio conforme sentem a necessidade.

Personalização

É importante que a plataforma de realização do evento online forneça ferramentas para criar sua identidade. Especialmente em situações mais importantes ou que recebam um número maior de convidados, mostrar a personalidade do evento é uma forma de agregar valor e fazer com que o momento seja lembrado por mais tempo. Por exemplo, uma feira de adição e direito dos animais pode conquistar muito mais a atenção e o envolvimento dos participantes se o ambiente estiver personalizado dentro do contexto do evento.

Experiência do usuário

Além de ser responsiva (adaptável de acordo com o aparelho de acesso), é importante que a plataforma escolhida seja de fácil entendimento tanto para o organizador quanto para o participante do evento, principalmente quando há uma grande quantidade de conteúdo disponibilizado. Imagine um concurso cultural nacional com inúmeras categorias e apresentações simultâneas. Certamente, os participantes precisariam de informações como programação e locais de acesso fáceis de serem encontrados e acessados. Além da usabilidade, é crucial que a plataforma do evento online também ofereça segurança para o usuário, incluindo ferramentas para impedir pirataria e acesso de pessoas não autorizadas.

1 Step 1

Nossa equipe está pronta para te ajudar!

A gente acredita que conversando vai ser muito mais fácil entender o seu projeto e oferecer as soluções que você precisa. 

Basta preencher os campos abaixo e em breve você vai receber o contato de um dos nossos especialistas. 


keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right